10 Planilhas para começar a prestar consultoria empresarial





A consultoria empresarial surgiu como uma forma de pessoas que já passaram por determinada experiência aconselharem gestores ou empresários que estavam enfrentando esses mesmos problemas, dificuldades ou momento similar. Especialmente em tempos de crise, pode ajudar gestores a conseguir uma renda extra. 

Apesar de existirem diversas abordagens, acredito que existam 5 passos essenciais para uma consultoria empresarial completa. Esses passos podem ser utilizados em qualquer negócio, por gestores:

· Passo 1 – Entendimento do Negócio.
· Passo 2 – Escolha do Foco.
· Passo 3 – O que fazer em cada Área (Planos de Melhoria).
· Passo 4 – Priorização.
· Passo 5 – Colocar os Planos em Ação.

Para cada um desses passos pode existir uma série de planilhas empresariais que podem ser aplicadas para um melhor resultado e falarei um pouco mais delas ao longo desse post. 



Passo 1 – Entendimento do negócio 

O primeiro passo é entrar de cabeça na organização e avaliar cada área dela. Existem algumas ferramentas que fazem esse trabalho. 

Diagnóstico Empresarial

Penso no diagnóstico empresarial sempre como a primeira etapa de qualquer consultoria. Não adianta você pensar que pode propor mudanças sem entender completamente com o que está lidando. Digo isso, principalmente pelo fato de cada negócio ter as suas características e, na maioria das vezes, se encontrarem em momentos distintos, com necessidades distintas. 

O resultado de um diagnóstico pode variar, mas essencialmente ele precisa te mostrar qual o nível de maturidade da empresa e quais são as áreas que precisam de mais atenção. 


Análise SWOT 

A análise SWOT vai fazer uma avaliação de fatores internos (forças e fraquezas) e fatores externos (oportunidades e ameaças), além de cruzar esses elementos. 

Acredito que a Análise SWOT tenha um papel fundamental de direcionamento e de entendimento para os próximos passos. Como consultor empresarial, o seu objetivo é ter certeza que saiu do primeiro passo bem alinhado com seus clientes em relação ao que mais incomoda eles no dia a dia da gestão da empresa. 

Passo 2 – Escolha do Foco 

Com os resultados do diagnóstico e da Análise SWOT você vai ter informações suficientes para saber exatamente onde começar a sua consultoria. Normalmente, as áreas que mais precisarão de atenção são: Finanças, Recursos Humanos, Vendas, Estratégia.

Passo 3 – O que fazer em cada área

Em cada área, você como consultor poderá atuar de forma diferente. Listamos alguns exemplos abaixo.

Financeiro

Normalmente 8 entre 10 gestores ou empresários que buscam uma consultoria empresarial possuem problemas financeiros, seja por falta de controle do fluxo de caixa, pouco controle do capital de giro (contas a pagar e a receber) ou mesmo por não ter relatórios específicos importantes.

A melhor ferramenta para ter todas essas respostas é uma planilha de controle financeiro completo, já que com ela fica simples fazer análises de centro de custos, bancos, clientes e fornecedores. 

Como consultor, ter essas respostas pode levar a sua consultoria empresarial para outro patamar, já que você poderá dar conselhos como mudança de foco em um centro de custos pouco lucrativo para outro, alertar sobre a dependência de um cliente ou mesmo para mostrar que existe necessidade de caixa no curto prazo. 

Além dessa planilha, considero o cálculo do ponto de equilíbrio a segunda ferramenta mais importante para uma boa consultoria na área financeira. É com ela que você conseguirá dizer de forma objetiva qual a quantidade de produtos ou serviços que precisam ser vendidos para não ter prejuízo. 


Vendas 

Se a área de finanças é a mais importante para empresas que estão desestruturadas ou que estão tendo prejuízo, a área de vendas é responsável pela maioria da procura por consultoria empresarial para empresas que tem resultados positivos, mas que querem aumentar seus resultados financeiros. 

Com um controle de vendas fica possível entender, mês a mês, o valor real vendido, a meta que havia sido estabelecida e se o resultado está sendo alcançado ou não. Esses dados vão dizer se o problema está na captação de novos clientes, em uma possível sazonalidade de um mês para outro ou mesmo na taxa de sucesso de negociações. 


Recursos Humanos 

Se o maior problema da empresa em que você estiver prestando a consultoria for na área de recursos humanos, vão ser necessários alguns cuidados para que você identifique exatamente o que propor. Analise os seguintes dados: 
  • Pesquisa de clima organizacional.
  • Quantidade de demissões e admissões mensais.
  • Avaliação de desempenho (de preferência por competências).
  • Estrutura organizacional (organograma).
  • Plano de cargos e salários.
Esses dados devem ser consolidados e analisados. Por exemplo, se a sua taxa de turnover estiver muito alta, pode ser que os custos trabalhistas estejam alto e o foco da sua consultoria empresarial deverá ser esse. Por outro lado, podem existir reclamações relacionadas a horas extras ou falta de foco em treinamentos em uma pesquisa de clima e até mesmo um indicador grave de desempenho ruim por falhas na gestão na avaliação desse aspecto.

Estratégia

Para fechar, a última área principal que é muito comum demandar a expertise de um consultor é a estratégia empresarial. Isso ocorre porque mesmo tendo uma estrutura bem organizada, por vezes falta o foco em resultados, nos objetivos e metas mais importantes. 

Nesses casos, recomendo fazer um planejamento estratégico, que permite que você crie estratégias junto com os seus clientes, faça a alocação de quais são as mais importantes, acompanhe as metas planejadas e o resultado realizado para cada uma delas. 

Passo 4 – Priorização

Independentemente da área escolhida e das estratégias delineadas, vai existir uma série de possibilidades do que fazer. É nessas horas que um consultor experiente realiza um trabalho de priorização com a matriz GUT (gravidade, urgência e tendência)

Dessa forma, você vai conseguir ver um ranking do que precisa ser feito primeiro de acordo com os critérios estabelecidos.



Passo 5 – Montar um Projeto de Consultoria

Após diagnosticar todos os problemas do seu cliente, entender como você pode ajudar em cada área e priorizar, chegou a hora de montar um cronograma do que será feito e apresentar para o cliente.

Gerenciamento do Projeto

Com a Planilha de Gerenciamento de Projetos da LUZ, você conseguirá montar e controlar o cronograma do projeto e calcular os custos por etapa. 

Ciclo PDCA

O ciclo PDCA é uma ferramenta de melhoria contínua de processos. Garantirá que o cliente continue sempre evoluindo, mesmo depois da execução do projeto de consultoria. 

Recapitulando 

Dessa maneira, você tem 10 ferramentas essenciais para fazer uma consultoria empresarial completa e que vá ajudar de fato o seu cliente, tanto pelas ideias e sugestões levadas até ele, como pelo ferramental que ele poderá utilizar depois que você já não estiver mais do lado dele para ajudar na tomada de decisões. Para relembrar: 
Nesse post eu separei as 10 melhores e mais importantes ferramentas (na minha opinião), mas a verdade é que no desafio do dia a dia de um consultor podem existir diversas outras demandas. 

Pensando nisso, sugiro que você dê uma olhada no nosso pacote de planilhas para consultores e no nosso pacote de apresentações para consultores.

Um grande abraço, 

Daniel Pereira
Presidente da LUZ 








Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Soluções em Serviços. Criação e hospedagem de sites. Gestão Empresarial. Apoio ao Microempreendedor.

Chegou o Benefício de Saúde Que Cabe no Seu Bolso!